Doenças comuns na infância

Várias pequenas doenças aparecem ao longo da infância, principalmente nos primeiros anos de vida. Em sua maioria, são problemas ligados ao sistema respiratório, causados por vírus, mas há outros casos típicos dessa fase que preocupam os pais. Pesquisar e aprender sobre prevenção, sintomas e tratamentos podem ajudar a enfrentar a situação com mais tranquilidade. Confira algumas dicas úteis selecionadas pelos pediatras do Hospital Vitória:

FEBRE

Um processo infeccioso é a causa mais comum da febre, quando a temperatura do corpo fica maior do que 37,8ºC. Se houver suspeita de febre, deve-se medir a temperatura da criança e entrar em contato com o pediatra para mais informações, que vão variar de acordo com o grau da febre e com os sintomas associados.

RESFRIADOS E GRIPES

As infecções mais comuns na infância são as das vias aéreas superiores, principalmente entre crianças que passam o dia na creche. Febre, pouco apetite, coriza, alguma apatia, e, em alguns casos, garganta e ouvidos inflamados são sintomas dos resfriados e gripes, que podem durar até uma semana.

ROTAVÍRUS

Quando a criança apresenta febre, vômitos, mal-estar, prostração e diarreia, pode ser que tenha adquirido uma infecção por rotavírus. O processo da doença pode ser leve ou bastante intenso (necessitando de internação para medicar e hidratar) e dura, em média, cinco dias.

ALERGIAS

A alergia é uma reação do organismo após exposição a um fator desencadeante presente no meio ambiente, e também é determinada por fatores genéticos. Sem o acompanhamento e devido controle, a alergia pode provocar infecções frequentes, como otites, sinusites, amigdalites e pneumonias, comprometendo o crescimento e o desenvolvimento da criança.

O controle do ambiente é extremamente importante, pois nenhum tratamento será totalmente eficaz se os pais não interromperem o contato com os agentes que desencadeiam a reação. O pediatra pode indicar uma série de medidas especiais de combate aos ácaros e aos fungos, higiene de animais domésticos e limpeza da casa para os casos de alergia.

CÁRIES

As cáries podem ser bem dolorosas e levar a infecções graves, por isso, vale a pena evitar. Os pais devem cultivar bons hábitos de higiene bucal, como a escovação duas vezes ao dia. A criança pode ser incentivada progressivamente a escovar os dentes sozinha, mas é fundamental que um adulto repita a operação para se certificar de que a dentição ficou livre de resíduos alimentares e, se possível, com a remoção das placas. Além disso, o fio dental deve ser usado a partir do momento em que há dentes que se encostam.

Veja também